Imperatriz ganha Centro de Atendimento ao Trabalhador e nova escola do SESI

Entrega da reforma foi realizada na quinta-feira (19)

Na semana passada, em Imperatriz, foi realizada a entrega da reforma da Casa da Indústria Edilson Baldez das Neves – que abriga o novo Centro de Atendimento ao Trabalhador e a escola SESI Imperatriz. O investimento, que demonstra a força do setor industrial na região Tocantina, soma aproximadamente R$ 19 milhões, contemplando a construção e aquisição de mobiliários. 

O presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade afirmou que a indústria é uma das principais locomotivas da economia e o SESI vem ao encontro desses objetivos. Segundo ele, é uma satisfação contribuir para a qualificação, educação e melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores da indústria, que é um dos setores que elevam a economia do país. 

O superintendente regional do SESI, Diogo Lima, disse que, para trabalhadores, dependentes da indústria, empresários e comunidade, os novos espaços oferecerão educação escolar do maternal ao ensino médio, Educação de Jovens e Adultos (EJA), gestão em segurança no trabalho, consultas e exames diagnóstico ocupacional, teste de COVID-19, avaliações ambientais, laudos técnicos, atividades esportivas, avaliação física, psicológica e nutricional por bioimpedância, consulta clínica nutricional e oficinas de alimentação saudável. 

Na solenidade de entrega, em Imperatriz, estiveram presentes o 1º vice-presidente, Francisco de Sales Alencar, o deputado estadual, Rildo Amaral, o diretor regional do SENAI, diretor superintendente do SESI, diretor de educação e tecnologia da CNI, Rafael Lucchesi, a gerente do SESI Imperatriz, Amparo Alencar, o superintendente da FIEMA, César Miranda, o superintendente do SESI, Diogo Diniz, a diretora de Comunicação da CNI, Ana Maria Curado, o presidente da FIEAC, José Adriano Ribeiro, o presidente da FIETO, Roberto Pires, a coordenadora regional do IEL, Michele Frota, autoridades locais, vereadores, empresários, presidentes de sindicatos e diretores da FIEMA.

Nova escola do SESI

A nova escola do SESI em Imperatriz tem capacidade de atendimento para 755 alunos por ano e recebeu investimentos na ordem de R$ 4 milhões em reforma e melhoria da infraestrutura e base tecnológica. O espaço tem dez salas de aula, área de convivência, biblioteca/midiateca escolar com acervo atualizado, salas de vivência, laboratório de ciência e tecnologia, laboratório de robótica, sala de matemática e ginásio poliesportivo coberto. 

Entre os principais diferentes da instituição estão os espaços makers e as tecnologias educacionais como Robótica, Gameduca, Inventura, Mesas Educacionais e os Laboratórios Móveis de Informática. Metodologias que preparam os alunos para o mundo do trabalho.

Casa da Indústria de Imperatriz 

A Casa da Indústria de Imperatriz fica em uma área de 4.619 m² e teve investimento de R$ 12 milhões. O novo prédio tem cinco andares e abriga o Centro de Atendimento ao Trabalhador (CAT), contando com consultórios médicos para serviços de odontologia, saúde e segurança, alimentação e nutrição, e também uma sala de dança, para orientação e estímulo à prática de atividades físicas e esportivas.  A Casa da Indústria também conta com a sede da FIEMA, o escritório regional do IEL e os sindicatos patronais, filiados à Federação. 

O presidente da FIEMA e diretor regional do SESI, Edilson Baldez das Neves, afirmou em seu discurso, que o Sistema FIEMA está comprometido com o desenvolvimento da indústria maranhense. A FIEMA tem procurado assumir posturas cada vez mais proativas em favor do desenvolvimento industrial maranhense. 

O novo prédio concentra ainda os serviços do Instituto Euvaldo Lodi, que abrange o desenvolvimento de carreiras, capacitação empresarial, nos segmentos de pessoas, processos, mercado, tecnologia e inovação, o serviço de recrutamento e seleção, a plataforma de empregos IEL Conecta, o Programa Jovem Aprendiz e o Programa IEL de Estágio, também com cadastro para vagas de estágio.