Após ingresso no S&P 50, Elon Musk se torna terceiro mais rico do mundo

Fortuna do empresário da Tesla subiu US$ 82,2 bilhões somente neste ano, segundo a Bloomberg

Elon Musk (Foto: Reprodução)

Os últimos dias têm sido agitados para Elon Musk, fundador da Tesla. Após ingresso no índice S&P 500, o empresário se tornou o terceiro homem mais rico do mundo, segundo a Bloomberg. As ações da Tesla se valorizaram 14% na segunda-feira. Na terça-feira, elas fecharam em alta de 8,2%, elevando a fortuna de Musk para US$ 109 bilhões.

Com uma fortuna estimada em US$ 110 bilhões, Musk ultrapassou Mark Zuckerberg, fundador do Facebook, que ocupava a terceira posição no ranking. A fortuna de Zuckerberg é avaliada em US$ 104 bilhões. À frente do empresário, agora, estão apenas Jeff Bezos, fundador da Amazon, e Bill Gates, da Microsoft.

Somente neste ano, a fortuna bilionária de Musk cresceu US$ 82,2 bilhões, impulsionada pela valorização da Tesla, que se tornou a mais valiosa montadora de veículos do mundo. Após meses de especulação, as ações da companhia vão estrear no S&P 500 no dia 21 de dezembro. A Tesla vai corresponder a 1% do indicador.

Além disso, a SpaceX, empresa de sistemas aeroespaciais e de serviços de transporte espacial, também fundada por Musk, enviou nesta semana quatro astronautas à Estação Espacial Internacional, a primeira missão Nasa a colocar uma tripulação em órbita a bordo de uma aeronave de uma empresa privada.

Confira a lista dos 10 mais ricos:

  1. Jeff Bezos: US$ 185 bilhões – Amazon (Tecnologia/Varejo)
  2. Bill Gates: US$ 129 bilhões – Microsoft (Tecnologia)
  3. Elon Musk: US$ 110 bilhões – Tesla (Automotivo)
  4. Mark Zuckerberg: US$ 104 bilhões – Facebook (Tecnologia)
  5. Bernard Arnault: US$ 102 bilhões – LVMH (Consumo)
  6. Warren Buffett: US$ 88 bilhões – Berkshire Hathaway (Vários setores)
  7. Larry Page: US$ 82,7 bilhões – Google (Tecnologia)
  8. Sergey Brin: US$ 80 bilhões – Google (Tecnologia)
  9. Steve Ballmer: US$ 77,5 bilhões – Microsoft (Tecnologia)
  10. Mukesh Ambani: US$ 75,5 bilhões – Reliance Industries (Energia)