Especialistas preveem PIB menor nos últimos meses de 2020

A projeção do PIB para o quarto bimestre deve crescer de 2,3% para 2,7%

Foto: reprodução

Especialistas da Safra revisaram a projeção do PIB de 2020 e acreditam em retração de 4,1%. De acordo com a equipe de macroeconomia da Safra, o terceiro trimestre do país já tem o maior índice de crescimento do PIB, sua projeção subiu de 8,7% para 8,9%, comparado aos três meses anteriores.

A projeção do PIB para o quarto bimestre deve crescer de 2,3% para 2,7%. Os setores com maior arrefamento indicam alta na indústria e no comércio, especialmente nas vendas varejistas.

Menor renda do país

A principal consequência desse crescimento, de acordo com os economistas da Safra, se dá em decorrência da menor renda do país, como resultado da redução do valor do auxílio emergencial, da substituição do consumo de bens por serviços, com a redução das medidas de distanciamento social.

Os cálculos também apontam queda de R$ 24 bilhões na renda com a redução do auxílio emergencial, mais ou menos 1,3% do PIB do primeiro trimestre.

Impulsionador de crescimento para 2021

Em contrapartida, o impacto considerado negativo pode ser revertido por meio de maior gastos das famílias com poupança mais elevada, com maior renda. Para os últimos meses do ano de 2020, o esperado é que o setor de serviços, mais atingido pela crise da Covid-19, seja o principal impulsionador do crescimento, o mesmo se aguarda para o início de 2021.