Amazon entra na venda de medicamentos com farmácia digital nos EUA

A empresa anunciou a Amazon Pharmacy, uma seção de seu site de e aplicativo que permite a compra de medicamentos

Foto: Reprodução

A Amazon anunciou no começo desta semana o lançamento nos Estados Unidos da Amazon Pharmacy, que permitirá a compra on-line de medicamentos com receita. A medida coloca a líder do varejo em competição direta com gigantes como Walgreens Boots Alliance e CVS Health Corp, as duas principais redes de farmácias nos Estados Unidos.

A iniciativa é implementada dois anos após a Amazon adquirir a PillPack, uma farmácia on-line que oferece embalagens de doses pré-selecionadas e entrega a domicílio, representando uma intensificação significativa dos esforços de se lançar no setor farmacêutico. Na aquisição, a Amazon pagou cerca de US$ 1 bilhão.

Jamil Ghani, vice-presidente da Amazon Prime, afirmou que a companhia entende a importância do acesso à medicação financeiramente acessível, e acredita que os membros da Prime descobrirão grandes vantagens com o novo benefício de economia para remédios. Os serviços da PillPack continuarão a operar paralelamente à Amazon Pharmacy.

Como funciona

A nova oferta estará em uma seção dedicada à farmácia no site e aplicativo da Amazon, que permitirá aos clientes fazerem as compras a partir de seus computadores ou celulares. Os consumidores poderão registrar seus dados de seguro saúde e solicitar os medicamentos diretamente na Amazon Pharmacy.

A gigante do comércio eletrônico disse que os assinantes do Prime terão até 80% de desconto em medicamentos genéricos e até 40% em medicamentos de marca quando compram sem os descontos de seu convênio médico, além de entregas em dois dias.

Concorrência

Após o anúncio, as ações das redes de farmácias concorrentes caíram mais de 6% na bolsa de valores de Nova York. Os papéis da Walgreens Boots Alliance caíram 11,8% ontem no pregão eletrônico anterior à abertura oficial da bolsa, enquanto os da CVS Health caíram 9,5%. As ações da Amazon, por sua vez, subiram 2,7%.