Nubank estuda acabar com o rotativo do cartão de crédito

Banco digital faz testes para eliminar modalidade e encontrar opções para juros menores

Foto: Divulgação

Nubank anunciou que estuda acabar com o rotativo do seu cartão de crédito. O banco digital está há quase um ano realizando testes com um grupo interno de 20 pessoas para avaliar como diminuir os juros do crédito rotativo. Com os primeiros resultados, o banco informou que a modalidade pode ser eliminada já em 2021.

Cristina Junqueira, cofundadora do Nubank, afirmou que boa parte dos clientes do cartão de crédito paga sua fatura em dia. Entre os 30 milhões, apenas 3% usam o crédito rotativo no mês. A executiva explicou que o banco criou um modelo com base em transações realizadas, e não na cobrança de juros, dando preferência aos clientes que pagam em dia.

A instituição financeira informou que os testes indicaram que os clientes acabam adotando a crédito rotativo de forma involuntária, automática, sem uma avaliação da melhor opção para ele. O objetivo do projeto é proporcionar outras opções com juros menores, como a contratação de um empréstimo pessoal ou do parcelamento do valor integral da fatura.

Na prática, significa que se o cliente não puder pagar o valor total da fatura, terá a opção de pagar o valor mínimo e dividir o restante em até 12 parcelas, ou então adquirir um empréstimo pessoal com maior número de parcelas. Além disso, o cliente também pode antecipar parcelas ganhando desconto proporcional nos juros.