Em vida, ex-bilionário doa toda a sua fortuna estimada em US$ 8 bilhões

Charles “Chuck” Feeney, de 89 anos e fundador da Duty Free, tinha o sonho de doar todo o seu dinheiro enquanto vivo

Foto: Reprodução

O ex-bilionário Charles “Chuck” Feeney, de 89 anos e fundador da rede de lojas de aeroportos Duty Free, realizou no último dia 14 de setembro o sonho de doar toda a sua fortuna, estimada US$ 8 bilhões, enquanto vivo. Juntamente de sua esposa, Feeney assinou os documentos para encerrar a empresa Atlantic Philantropies, onde ambos realizavam suas doações.

A cerimônia de encerramento aconteceu por videoconferência e incluiu mensagens de vídeo do bilionário e fundador da Microsoft, Bill Gates, e do ex-governador da Califórnia, Jerry Brown. A presidente da Câmara, Nancy Pelosi, enviou uma carta oficial do Congresso dos Estados Unidos agradecendo a Feeney por seu trabalho como filantrópico.

A empresa chegou a ter mais de 300 funcionários para realizar as doações de forma a causar o maior impacto possível em causas sociais relevantes. De acordo com a revista Forbes, Feeney doou ao menos 375.000% mais dinheiro do que seu patrimônio líquido atual, já que em 2012 ele estimou ter uma reserva de US$ 2 milhões para sua aposentadoria e de sua esposa.

Ainda segundo a Forbes, a fortuna bilionária foi destinada a fundações, fundos de caridade e universidades nas últimas quatro décadas. Cerca de US$ 3,7 bi foram para projetos de educação, US$ 870 milhões foram para direitos humanos e mudança social, enquanto US$ 62 milhões foram destinados à luta pela abolição da pena de morte nos Estados Unidos.

Além de mais de 700 milhões foram destinados para a área de saúde. A filosofia de Feeney é de abrir mão dos bens e controlar e conferir o resultado das doações enquanto vivo, movido pelo lema “você não leva nada daqui”. Agora, o empresário mora com a esposa em um modesto apartamento em São Francisco, na Califórnia.