Grupo Itapemirim vai operar rotas aéreas com uma frota de 10 aviões

O modelo de avião escolhido é o Airbus 320

Foto: Divulgação

O Grupo Itapemirim vai começar a operar rotas aéreas com uma frota de 10 aviões em 2021. A ITA Transportes Aéreos, nova companhia aérea nacional que está sendo criada pelo grupo, vai iniciar suas operações usando o Airbus 320. 

A carta de intenção para o leasing das aeronaves (LOI) já foi assinada. Quanto ao A320, ele afirma que pesou na escolha a dificuldade de conseguir os aviões, já que muitos países fecharam as fronteiras e companhias em dificuldade financeira têm devolvido aeronaves sem manutenção.

Dos 10 aviões previstos para voar na frota, oito estão na Europa e dois na Índia, país cujo lockdown dificulta a vinda ao Brasil, explica Senna. Os aviões serão pintados de amarelo, com cauda preta e a logo do grupo. Inicialmente, as bases de operação serão nos aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ) e Brasília.

O processo seletivo de tripulantes deve começar na próxima semana, o anúncio será feito nas redes sociais da companhia. À princípio, o objetivo da empresa é contratar cerca de 600 profissionais nessa fase, dentre eles 170 tripulantes técnicos e 300 comissários. O domínio do idioma inglês será um requisito obrigatório para todas as vagas. 

Apesar da crise no setor, a Itapemirim avalia que o momento é de oportunidade. Em um cenário de lacuna deixado pela Avianca Brasil e a série de demissões da Latam, a ideia da empresa é formar parcerias estratégicas. Senna avalia que mesmo com a retomada do mercado, ainda terá espaço para novos entrantes. Para ele, é momento de sinergia e não de competição