Artistas maranhenses são aprovados em projeto nacional do Sesc

O projeto faz parte do Sesc Cultural ConVida!

Vinaa, um dos quinze artistas maranhenses selecionados (foto: reprodução)

O Sesc, por meio do projeto Sesc Cultura ConVida!, declara seu apoio aos artistas que tiveram seus eventos e trabalhos prejudicados. A Pesquisa de Percepção dos Impactos da Covid-19 nos Setores Culturais e Criativos do Brasil revelou que os artistas foram os mais afetados durante a pandemia.

No ranking de posições, o Nordeste ocupa o 2º lugar de propostas contempladas. Foram 470 trabalhos artísticos, que representa 30,85% do total, com quinze maranhenses foram selecionados.

A banca avaliadora julgou de acordo com os seguintes requisitos; a acessibilidade, representatividade e proporcionalidade a partir da perspectiva interseccional, territorial e geracional, das propostas nas suas múltiplas expressões, baseados na Política Cultural do Sesc (2015), o ponto mais relevante foi a diversidade.

Cada região apresentou duas respectivas propostas, segundo percentual de cada uma, o Centro-Oeste representou 7,66%, o Nordeste 30,85%. A região Norte representou 9,15%, 41,70% o Sudeste, enquanto a Região Sul foi 61,06% com mulheres como proponentes e 33,62% homens e 5,32% não cisgêneros. 5,32% foi representada pelo recorte de indígenas, 1,70% por amarelos, 28,94% por pardos, 31,91% por negros e 32,13% por brancos, no recorte por raça.

O Projeto Sesc Cultura ConVida!, representado pelo Maranhão, teve 11 artistas aprovados em São Luís; 1 de Paço do Lumiar; 1 de São José de Ribamar e 2 de Cururupu. Integram o grupo de selecionados: Amanda Mendes, Andressa Cabral, Camila Bezerra, Cleosvaldo Diniz, Daniel Ferreira, Emilia Justina, Fernanda Monteiro (Grupo Afrôs), Geane Viana, Igor Carvalho, Isabelle Passinho, Dinho Araújo, Edi Bruzaca, Luiz Vinícius Muniz, Silvana Pinto e Ywira Ka’i.