Com testes em humanos, vacina chinesa se mostra segura e eficaz

A vacina induziu a criação de anticorpos em mais de 1,1 mil voluntários

Em uma corrida contra o tempo, a ciência continua procurando a cura do novo coronavírus. Na China, pesquisadores avaliam oito possíveis vacinas contra a Covid-19. Uma delas, criada pelo Grupo Nacional Biotec da China (CNBG) e já em fase de testes em humanos, mostrou-se segura e eficaz e induziu a criação de anticorpos em mais de 1,1 mil voluntários saudáveis. 

Em anúncio feito no domingo (28) na rede social WeChat, a farmacêutica disse que as doses experimentais induziram a criação de anticorpos em mais de 1,1 mil voluntários.

De acordo com reportagem do Olhar Digital, a fase clínica de uma vacina – ou seja, a fase com testagem em humanos – é dividida em três partes. A primeira é uma avaliação preliminar com poucos voluntários monitorados de perto. 

Na segunda, os testes são realizados em centenas de participantes, que indicam informações sobre doses e horários utilizados na fase 3. Esta última etapa é realizada em milhares de participantes, e “o estudo precisa fornecer uma avaliação definitiva da eficácia e segurança da solução e prever eventos adversos; só então há um registro sanitário”.

Atualmente, de acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), há 141 vacinas contra o coronavírus em desenvolvimento, sendo 16 na fase clínica.