Premiação nomeia as melhores empresas para mulheres

Johnson & Johnson, Boticário e Mastercard estão entre as empresas premiadas

A quarta edição do prêmio GPTW Mulher nomeou, entre as 640 inscritas, 70 empresas de médio e grande porte como as melhores para mulheres trabalharem no Brasil. A iniciativa é da consultora GPTW (Great Place do Work) e aconteceu em um evento virtual na quarta-feira (24). 

Entre as de grande porte, a que ficou em primeiro lugar foi a Johnson & Johnson, seguida, respectivamente, pela Accor e pelo Grupo Boticário. Entre as de médio porte, os três primeiros lugares ficaram com LEVVO, Briystol-Myers Squibb e Mastercard.

Ranking completo do GPTW Mulheres (Foto: Editora Globo)

Segundo a cientista de dados do GPTW Brasil, Lina Nakata, em entrevista ao Época Negócios, esse é um ranking que não deveria existir, porque se espera que as empresas sejam boas para todos, independentemente de gênero. De acordo com ela, maior diversidade eleva a competitividade de uma companhia. 

Segundo o Época Negócios, das 70 empresas premiadas, somente 12 contam com mulheres no cargo de CEO. Nelas, no entanto, mulheres compõem em média, 52% do quadro de funcionários, sendo 41% nos cargos de liderança geral e 32% na alta liderança. O conselho administrativo é formado em média por 29% de mulheres. Já em relação ao salário, nessas empresas premiadas, mulheres recebem em média 2% a mais do que os homens nos cargos mais numerosos da organização. 

Para participar da seleção do GPTW Mulher, é preciso ter no mínimo 100 funcionários, sendo 15% de mulheres no quadro geral e 15% nos cargos de gestão. A premiação leva em conta fatores como ambiente de trabalho, promoções, participação na tomada de decisões e rotatividade voluntária.