Brasil alcança 20° posição em ranking de startups pela primeira vez

No ano passado, o país estava em 37º lugar na mesma lista

Foto: Reprodução

O Brasil está na 20ª posição de inovação no ranking mundial que considera o ecossistema de startups, o ambiente de negócios, a quantidade e a qualidade de startups, além de instituições de apoio a essas empresas de tecnologia. O levantamento é realizado pela empresa StartupBlink, que analisou 1 mil empresas em 100 cidades de todo o mundo.

Os países mais bem colocados no ranking foram Estados Unidos, Reino Unido, Israel, Canadá e Alemanha, respectivamente. A empresa afirma que os EUA permanece bem à frente devido o seu sólido e forte ecossistema de inovação. Ainda entre os 10 primeiros colocados estão a Holanda, a Austrália, a Suíça, a Espanha e a Suécia.

Além de ter ficado pela primeira vez entre os 20, o Brasil ficou na melhor posição da América Latina, antes da Argentina (40º), do México (41º) e da Colômbia (46º). No ano passado, o país estava em 37º lugar na mesma lista. São Paulo permanece sendo o principal centro de inovação, ocupando a 18º posição no ranking por cidades.

Outras cidades também foram listadas, como o Rio de Janeiro (93º posição), Belo Horizonte (101º posição) e Curitiba (183º posição). O levantamento constatou que o Brasil ainda fica muito atrás dos países mais bem colocados na quantidade. Em contrapartida, teve melhor exercício nos fatores de qualidade das startups e ambiente de negócios.