Shoppings e lojas de rua reabrem no Maranhão com regras sanitárias

Além disso, foram estabelecidos horários para o início das atividades de cada segmento

Foto: Reprodução

O comércio no Maranhão reabriu as portas nesta última segunda-feira (15), incluindo lojas de rua e shoppings. Além das regras sanitárias impostas para todos os estabelecimentos, as lojas foram submetidas a regras específicas para que pudessem retomar as atividades.

Na volta ao funcionamento durante a pandemia de coronavírus, as lojas só podem permitir a entrada de clientes até o limite de 30% de sua capacidade, cerca de três pessoas por vez. As lojas devem fazer a higienização das vitrines a cada quatro horas, já os provadores devem ser desinfectados após a saída de cada cliente.

Quanto ao estoque exposto de roupas e sapatos, devem ser pulverizado a cada duas horas com álcool 70%. Nos shoppings, além de todos esses cuidados específicos em cada loja, deverão disponibilizar aos clientes pontos de higienização das mãos na entrada, na saída e a cada 20 metros.

O empréstimo de carrinhos de bebês nos shopping, serviço de manobrista, academias de ginástica, funcionamento de praças de alimentação, cinemas e áreas infantis permanecem suspensos, e está proibido o uso de sacolas reutilizáveis.

O uso de máscara será obrigatório, assim como o distanciamento mínimo deve ser respeitado, especialmente nas filas. Com o objetivo de evitar aglomerações em transportes públicos, foram estabelecidos horários para o início das atividades de cada segmento. Confira a seguir:

Entre 5 ou 7 horas: postos de combustíveis e panificadoras;
Entre 6 e 8 horas: área de saúde, indústrias alimentícias, indústrias farmacêuticas e construção civil;
Entre 7 e 9 horas: vigilantes, zeladores e porteiros, farmácias e drogarias, oficinas mecânicas e borracharias, lojas de produtos agropecuários e veterinários, hospitais e clínicas veterinárias e agências lotéricas;
Entre 9 e 11 horas: bancos, salões de beleza, lojas de veículos e comércios de rua que estejam autorizados a funcionar.

Casos confirmados continuam avançando

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde (SES) em boletim epidemiológico desta segunda-feira, o Maranhão já alcançou a marca de 60.592 casos confirmados de coronavírus em 213 municípios e 1.499 mortes pela doença. São 23.627 casos ativos, sendo que 22.477 seguem em isolamento domiciliar.

O estado bateu recorde de novos infectados na última quinta-feira, a principal razão da dificuldade em retomar as atividades comerciais no Brasil, já que o vírus segue avançando. No mundo, o número de casos confirmados passou de 8 milhões também nesta segunda, segundo monitoramento da Universidade Johns Hopkins