Jeff Bezos aumenta sua fortuna para US$ 150 bilhões com pandemia

A Amazon apresentou uma forte alta no volume de negócios

O fundador da Amazon, Jeff Bezos (Foto: Reprodução)

O fundador e diretor executivo da Amazon, Jeff Bezos, registrou fortes ganhos desde o início deste ano e elevou sua fortuna para US$ 150 bilhões (equivalente a R$ 732 bilhões), segundo lista de bilionários da Bloomberg atualizada 7 de junho de 2020.

Conforme o índice, o patrimônio do empresário aumentou em US$ 35 bilhões apenas nos cinco primeiros meses do ano. Bezos, dessa forma, manteve o posto de homem de mais rico do mundo, à frente dos US$ 150 bilhões do cofundador da Microsoft, Bill Gates.

Com a pandemia do novo coronavírus e as medidas de restrição à circulação, o comércio eletrônico apresentou uma forte alta no volume de negócios. A Amazon, maior empresa do e-commerce do mundo, disparou seu faturamento no período.

Nesse sentido, o aumento na fortuna do executivo está atrelado à alta registrada no preços das ações da Amazon. O fundador da gigante do e-commerce detém mais de 55 milhões de papéis da companhia.

Para lidar com súbito crescimento da demanda, a empresa realizou a contratação de 175.500 de funcionários temporários nos Estados Unidos. Com o ritmo acelerado de admissões, enquanto muitas companhias estão demitindo, a Amazon se tornou uma das maiores empregadoras na pandemia.