Conheça o Starlink, novo projeto da SpaceX para uma internet espacial

Projeto visa oferecer internet rápida em qualquer lugar do mundo

Satélites da Starlink sendo colocados em órbita

Starlink é o nome do novo projeto de Elon Musk. Depois de revolucionar a indústria automobilística e a aeroespacial, o empresário da SpaceX agora está com o objetivo de oferecer, através de satélites, acesso rápido à internet em qualquer lugar do mundo. 

Diferente de outros serviços de Internet via satélite, o objetivo desse ambicioso plano é oferecer uma cobertura global – não só em regiões específicas. Para isso, a SpaceX tem a aprovação da FCC – agência de telecomunicação dos EUA – para operar 12 mil satélites, que serão agrupados em camadas ao redor do planeta. Atualmente, há 482 satélites em operação para o projeto. 

A SpaceX, no entanto, já pediu autorização para lançar mais 30 mil satélites, totalizando 42 mil satélites em órbita para o projeto. É vinte vezes mais satélites do que o total que existe hoje ao redor do planeta. 

Velocidade

A Starlink promete oferecer velocidade de download de até 1 gigabit por segundo. Em um teste feito em 2018, que usou dois satélites Starlink para transmitir dados para um terminal em um avião de carga, a internet conseguiu uma velocidade de 610 megabits por segundo.

Valor

Já o valor da mensalidade para acesso a internet ainda não foi revelado, mas, segundo reportagem do Olhar Digital, os comentários do presidente da SpaceX, Gwynne Shotwell, em entrevistas, sugerem um valor de 80 dólares mensais.

Data de lançamento

Não há uma data de lançamento para o Starlink, porém, uma versão de testes privada da rede entra em operação por volta de julho. Já a versão beta público só em outubro. Inicialmente, no entanto, a cobertura está limitada a regiões de alta latitude ou seja, distantes da linha do Equador, já que o projeto ainda está incompleto.