Mercado Pago anuncia novas medidas de crédito em meio à crise

A empresa anunciou o boleto parcelado para todos os clientes da plataforma

Foto: Reprodução

Mercado Pago, fintech do Mercado Livre, anunciou nesta segunda-feira (8) medidas de crédito para empreendedores e consumidores de sua plataforma em meio à pandemia do novo coronavírus.

De acordo com o Mercado Pago, os lançamentos terão taxa de juros a partir de 2,99% ao mês em boleto parcelado e capital de giro. A carteira de crédito aos clientes havia totalizado R$ 547 milhões no primeiro trimestre deste ano, informou a empresa.

Para o diretor do Mercado Crédito, Pedro de Paula, apesar da companhia não fornecer guidance, as novas soluções de crédito são um sinal de que a ideia é “pisar no acelerador” na concessão de crédito, de forma a expandir todas as linhas de produto. O executivo declarou em uma coletiva online que é uma operação escalável e rentável.

Dessa forma, o Mercado Pago lançou uma linha de capital giro a empreendedores cujas parcelas são descontadas todos os dias, não como um valor fixo mensal. A taxa descontada pode variar de 15%, 25% a 35%; à depender da classificação de risco do negócio.

Para o caso do não cumprir o período de dois meses com um nível mínimo de vendas, a fintech entrará em contato para realizar um refinanciamento. A linha de crédito irá de R$ 100 mil a R$ 350 mil.

Além da linha de financiamento, a empresa ainda anunciou o boleto parcelado para todos os clientes da plataforma. Os valores concedidos ficaram entre R$ 200 e R$ 8 mil, parcelado em 12 vezes. Qualquer pessoa com CPF ativo pode solicitar essa linha de crédito.

O produto existia desde 2018 e era fornecido de forma pré-aprovada para determinados consumidores elegíveis. Os clientes ainda irão poder realizar o parcelamento do pagamento de contas e impostos pela plataforma do Mercado Pago, em 12 vezes sem juros com valor mínimo para ser financiado de R$ 15.