Rússia confirma eficácia de primeiro antiviral contra a Covid-19

O medicamento foi desenvolvido e testado clinicamente em tempo recorde

O antiviral afivavir mostrou grande eficácia durante ensaios clínicos (foto: reprodução)

Na Rússia, o Frid (Fundo de Investimento Direto da Rússia) confirmou a ótima atuação do afivavir, primeiro antiviral desenvolvido no país. Seus efeitos mostraram rápida ação durante ensaios clínicos. A fim de ressaltar a grande esperança na novidade, Kiril Dmítriev, diretor-geral da Frid disse que o afivavir não é apenas o primeiro medicamento antiviral registrado na Rússia para tratar o coronavírus, mas talvez o medicamento mais promissor para curar a covid-19 em todo o mundo.

O ideal para um medicamento é sua significativa capacidade de neutralizar e/ou afetar a reprodução no vírus no organismo e o antiviral mostrou esse resultado. Dmítriev explicou que esse medicamento foi desenvolvido e testado clinicamente em tempo recorde, o que permitiu que ele se tornasse o primeiro á base de favipiravir – antiviral desenvolvido no Japão – registrado em todo o mundo.

Em caso de progresso com o medicamento, é importante alertar que as farmácias não irão vendê-lo, apenas os hospitais vão ter acesso e irão usá-los sob observação médica. Vale ressaltar,também, que o antiviral é contra-indicado para mulheres grávidas e em pessoas em processo de planejamento.