Google reabrirá escritórios a partir de julho com 10% da capacidade

A empresa também informou que concederá a cada colaborador um auxílio de US$ 1.000 ou um valor equivalente em cada país

Foto: Reprodução

O Google anunciou na última terça-feira (26) que reabrirá seus escritórios e edifícios, fechados por conta da pandemia do novo coronavírus. A gigante norte-americana começará a operação no dia 6 de julho com 10% da capacidade total e tem como objetivo chegar a 30% até o mês de setembro.

Assim como o Facebook, o Google também deu o aval para que seus funcionários trabalhem de casa, desde o começo do mês de março. As gigantes do setor de tecnologia seguiram as ordens de restrições dos governos para reduzir o contágio do coronavírus, e informaram que seus colaboradores podem trabalhar remotamente até o final do ano.

O Google também informou que concederá a cada colaborador um auxílio de US$ 1.000, ou um valor equivalente em cada país. A ideia da empresa, com isso, é ajudar os funcionários a bancar equipamentos fundamentais para o home office, como: computadores, cadeiras e mesas de escritório.

O presidente-executivo do Google, Sundar Pichai, disse que será necessário, entretanto, um número pequeno de colaboradores nos escritórios da empresa neste ano, em razão das funções específicas que eles possuem. O executivo informou que eles voltarão de forma gradativa.