Latam Airlines demite 1.400 funcionários

O número representa cerca de 3% do quadro de funcionários

Foto: Reprodução

A Latam Airlines comunicou que vai demitir 1.400 funcionários. A medida da maior companhia aérea da América Latina é em razão da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. De acordo com a companhia, esse número representa cerca de 3% do quadro de funcionários.

A Latam já havia cortado o salário pela metade dos seus 43 mil colaboradores. O presidente da companhia aérea, Roberto Alvo, afirmou que não teve outra opção a não ser reduzir o tamanho da empresa. A Latam diminuiu em 95% suas operações em abril devido a queda na demanda, relacionada diretamente à pandemia.

De acordo com o presidente do Sindicato Nacional dos Aeronautas (SNA), Ondino Dutra, os salários foram cortados em consequência da redução quase completa dos voos. O fechamento das fronteiras é um dos fatores que mais impactaram nas operações. A Latam Airlines Brasil continua operando voos para 39 destinos, entretanto, com menores frequências.

Os funcionários da Latam aceitaram as propostas de redução de salários, que chegará a 80% da remuneração de pilotos e comissários de bordo. A Azul tem 78% de seus funcionários em licença não remunerada. Já a Gol e a Avianca têm cerca de metade de seus funcionários também em licença não remunerada.