Bradesco lucra 39,8% menos em relação ao mesmo trimestre do ano passado

Lucro recorrente foi de R$ 3,75 bilhões no primeiro trimestre de 2020

No primeiro trimestre de 2020, o banco Bradesco registrou um lucro recorrente de R$ 3, 75 bilhões. Isso é uma queda de 39,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Já o lucro contábil foi de R$ 3,382 bilhões, tendo um recuo de 41,9%. 

Entre janeiro e março, a margem financeira total do Bradesco foi de R$ 14,499 bilhões, uma queda de 6,0% em relação ao quarto trimestre de 2019 e expansão de 2,9% em comparação ao primeiro trimestre do mesmo ano. 

Ainda entre janeiro e março, as receitas de prestação de serviços totalizaram  R$ 8,283 bilhões, um aumento de 2,6% em comparação ao primeiro trimestre de 2019 . Já as despesas operacionais caíram 0,4%, a R$ 11,757 bilhões.

Além disso, o resultado das operações de seguros, previdência e capitalização totalizou R$ 2,931 bilhões de janeiro a março, com queda de 23,4% na comparação com o primeiro trimestre de 2019.

O índice de sinistralidade chegou em 72,9% no primeiro trimestre, em 74,2% no quarto e 68,5% no primeiro trimestre de 2019. O índice combinado ficou em 83,6%, em 84,2% e 80,3%, respectivamente.