Conheça as tendências para quando passar a pandemia

Pandemia de Coronavírus acelerou a digitalização

O mundo não será mais o mesmo após a pandemia. A digitalização já era inevitável; contudo, a quarentena acelerou o processo e trouxe mudanças, principalmente para empresas, que adotaram home office, e escolas, que passaram a ter ensino a distância.

Quando a pandemia passar, as empresas irão avaliar se será necessário o colaborador ir para o escritório todos os dias, e as aulas virtuais poderão ser adotadas. 

Segundo o CEO da Inova Consulting, Luis Rasquilha, no futuro, os trabalhadores e estudantes poderão escolher entre ir até o escritório ou assistir à aula presencial ou online. De acordo com ele, em casa, há mais produtividade e dá para entregar mais resultado, além de poder dar atenção a família. 

Para Luis, muitos negócios vão perder a importância, enquanto outros irão se destacar. As empresas tradicionais precisam se reinventar. Para ele, os setores que saem em desvantagem são automotivo, combustível, construção, negócios imobiliários, petróleo, turismo e viagem. Já os que têm vantagem são: agricultura, bem-estar, e-commerce, educação à distância, energia, entretenimento digital, logística, saúde e medicina

Depois da pandemia, o uso de mídias digitais será ainda mais acelerado. De acordo com Luis, as pessoas querem saber o que está acontecendo e as redes sociais, os sites de jornais, revistas, rádio e televisão vão informar isso. A tecnologia também está a serviço da educação e dos negócios e esse período de isolamento vai mostrar que, por exemplo, reuniões podem ser feitas online ou por e-mail. 

Por um lado, a pandemia também trouxe mais humanização. As pessoas passaram a se ajudar mais e a ter mais empatia. Além disso, a família passou a ser o ponto mais importante da vida do cidadão.