Porto do Itaqui atua em ajuda humanitária

A EMAP vem tomando medidas para enfrentar o coronavírus e manter a regularidade das operações

Desde que a pandemia de Covid-19 chegou ao Brasil, a Empresa Maranhense de Administração Portuária (EMAP) vem trabalhando em medidas para enfrentamento da doença e também, para manter uma regularidade das operações para o abastecimento do Maranhão. 

Além das ações de prevenção aos trabalhadores que atuam no Itaqui, desde o dia 8 deste mês, a EMAP ajuda comunidades vizinhas ao porto, apoiando ações de ajuda humanitária com a doação de cestas básicas. Até hoje, foram entregues cerca de 6 mil unidades. 

A entrega, que abrange comunidades das áreas Itaqui-Bacanga e do Cujupe, é feita de casa em casa, com equipes de voluntários usando máscaras e luvas. Segundo a gerente de Responsabilidade Social da EMAP, Kátia Bezerra, toda a logística foi montada com foco na saúde e segurança de todos, evitando aglomeração e com a proteção necessária. 

Recentemente, uma rede de empresas maranhenses, integrantes do Complexo Portuário do Maranhão, doou mais de R$ 10 milhões para a compra de respiradores, máscaras, luvas, testes e outros itens de uso hospitalar.