Vá para a aglomeração virtual do game ‘Predator: Hunting Grounds’

O jogo está disponível para o PlayStation 4 e aos computadores

Predator: Hunting Grounds (foto: reprodução)

O período de distanciamento não tira dos apaixonados pelos games a chance de estarem “juntos” virtualmente e, na sexta-feira (24), mais um jogo chegou para deixar seu público sem fôlego.

O game, que é basicamente uma adaptação filme de 1987, O Predador, com Arnold Schwarzenegger, atribui a super missão de representar o Predador do título. O Predador: Hunting Grounds está disponível para o PlayStation 4 e aos computadores.

O jogo se passa com cinco envolvidos, quatro deles precisam assumir o papel de controladores de soldados especiais enfrentando guerreiros em uma floresta, o quinto, como citado acima, recebe o papel do predador do título.

Referências cinematográficas

O jogo traz adaptações cinematográficas como inspiradoras para os personagens e enredo, tal como o IIIFonic, estúdio com larga experiência em colocar jogadores com diferentes funções para se enfrentarem graças a Friday the 13th, que teve como estrela Jason Voorhees.

Em relação a Friday the 13th’, Charles Brungardt, presidente executivo da empresa, disse ao G1 que o filme era diferente principalmente por ser terceira pessoa. Para ele, as diferenças de estilo de jogo eram bem mais diferentes que em ‘Hunting Grounds, mas tinham muita experiência também em ação em primeira pessoa.

Adição da inteligência artificial

Jared Gerritzen, diretor criativo do game, ressaltou que a maior mudança é mesmo a adição da inteligência artificial que controla os guerrilheiros. Mesmo que o extraterrestre não seja uma ameaça tão grande, eles ainda representam um desafio.

Gerritzen acrescentou ainda que há alguns jogos assimétricos por aí, mas existem inimigos artificiais. Então se o cara controlando o Predador for ruim, ainda tem muita coisa para fazer. Com isso, cada partida é muito diferente.

Análise dos personagens

Uma dica dada pela pessoa que desenvolveu o jogo é estudar os personagens, pensar bastante em cada um deles antes de dar início à partida, o Predador é um caçador excepcional, sem dúvida, mas ele ainda enfrenta caras treinados. Então o melhor a fazer é dividir o grupo, e as missões deles os forçam a se separarem, relata Gerritzen.

Brungardt também dá dicas aos jogadores, segundo ele, do outro lado, o time de soldados não pode se esquecer de completar os objetivos, mas deve sempre lembrar que há uma ameaça invisível pela floresta. É preciso trabalhar em grupo.