Setor da indústria se reúne para ajudar municípios e hospitais

O objetivo das empresas é intensificar a recomendação da OMS e contribuir com a prevenção e combate do coronavírus

Doação de álcool 70% chegará a todos os municípios de Maranhão (foto: reprodução)

Empresas maranhenses do âmbito da indústria entraram na corrente contra a Covid-19. O objetivo é intensificar a recomendação da OMS, conscientizando a população a se cuidar, evitando a proliferação do novo coronavírus, para isso, essas empresas estão contribuindo com entrega de produtos às comunidades carentes.

Doação de 45 mil litros de álcool 70%

Além do uso contínuo do álcool 70%, quatro gigantes do ramo se uniram para distribuir aos hospitais de forma voluntária 45 mil litros de álcool 70% que estão sendo produzidos pela maranhense AngroSerra, além de 85 mil garrafas pet de 500 ml que serão destinadas à rede pública.

A produção é destinada à AngroSerra, mas quem também contribui com a iniciativa é a FC Oliveira, que será a responsável pelo engarrafamento e embalagem das garrafas de 1 litro, que foram doadas pela Solar Coca-Cola.

Segundo Fábio Acerbi, diretor de Relações Externas da Solar, além das embalagens, colocaram à disposição sua principal força, que é a capacidade de distribuição, para apoiar a iniciativa. Então, o caminhão vermelho que costuma levar os produtos Coca-Coca para todos os pontos de venda tem função adicional nesse período, sendo utilizado para entregar o álcool envasado nos hospitais e órgãos públicos da capital e de diversas cidades de interior, permitindo a chegada aos locais mais necessitados para a utilização.

20.000 unidades de insumo doados

Os estados receberão a doação de vidros de álcool gel que estão sendo produzidos pela Ambev, parceira na iniciativa. Só no estado do Maranhão, serão distribuídas 20.000 unidades de insumo que serão entregues para a secretaria de saúde.

Além de entrega de álcool gel, que tem sido um importante componente na ajuda ao combate do coronavírus, as secretarias dos estados Maranhão, Ceará, Roraima, Amazonas e Rio de Janeiro contarão com a doação de 25 aparelhos de ventilação pulmonar, auxiliando no tratamento dos sintomas graves da Covid-19.

As cidades de Santo Antônio dos Lopes, Capinzal do Norte, Lima Campos, Trizidela do Vale, Pedreiras, Paço do Lumiar e São Luís receberam 3.600 kits de higiene que opera com gás natural e geração de energia.

Para evitar a proliferação e garantir que infectados sejam diagnosticados mais rapidamente, Aurizona, empresa de mineração de ouro que fica em Godofredo Viana, fincou aliança com o município e farão a instalação de um posto de testagem na entrada da cidade com o trabalho de quatro técnicas de enfermagem atendendo pacientes com sintomas do coronavírus, o novo posto também irá receber três cilindros de oxigênio e três termômetros digitais.

Vale ajuda Açailândia

Foram doadas pela Vale, em prol do combate ao coronavírus, 1.000 máscaras, milhares de litros de álcool gel e álcool 70%, seis computadores, insumos médico-hospitalares á rede pública estadual de saúde e municipal, cinco viaturas ao corpo de bombeiros, máscaras cirúrgicas de proteção para profissionais de saúde do Governo do Estado. Os leitos do município de Açailândia começaram a ser reconstruídos na última segunda-feira (20), a iniciativa é uma parceria da Vale com Governo do Estado.

Para ajudar o estado do Pará, recentemente o Maranhão vendeu à Vale 107 respiradores e a empresa transportou os equipamentos que foram comprados na China por empresas maranhenses.

Empresas que participaram das doações

Ômega energia, Alumar, Eneva, Grupo Mateus, EDP Linhas de Transmissão, Suzano, Gera Maranhão Energia, Heineken, Lavronorte, Fribal, Grupo Maratá, Comercial Rofe, Centro Elétrico, Potiguar, Roque Aço Cimento, Revest Com. e Serviços, Dínamo Engenharia, Vale, Canopus, Silveira Engenharia, Dimensão Engenharia, Construtora Escudo, Lua Nova Engenharia, Alfa Engenharia, RJ distribuição, RBC Construções, Constans, além do Sinduscon.