iFood destinou R$ 15 milhões para apoiar restaurantes em dificuldade

A startup comunicou ainda que 98% dos que estão em sua rede solicitaram o adiantamento dos valores movimentados

Foto: Reprodução

O iFood informou que já destinou R$ 15,6 milhões, da reserva de R$ 50 milhões, para apoiar restaurantes que estão com dificuldades por causa da crise do coronavírus. A startup também comunicou que 98% dos restaurantes que estão em sua rede solicitaram o adiantamento dos valores movimentados pela companhia. 

De modo geral, o iFood costuma demorar até 30 dias para repassar os valores para os restaurantes. Entretanto, a partir do dia 18 de março, a companhia começou a disponibilizar os ganhos antecipadamente, em um período de 7 dias, como forma de apoio aos estabelecimentos. 

O iFood confirmou que nenhum entregador foi diagnosticado com coronavírus até o momento. Segundo informações da empresa, 185 mil pessoas se cadastraram para serem entregadores da startup em março. Em fevereiro o número de cadastros não passou da casa dos 75 mil.

Recentemente, com a alta nos pedidos de delivery, clientes da plataforma também ganharam uma nova opção para realizar o pagamento de seus pedidos. A empresa está com uma parceria com a Sodexo e passará a aceitar compras pelos vale-refeição e vale-alimentação da empresa.