Saiba os setores que ainda estão contratando em meio a crise

Pandemia de covid-19 deve causar a maior crise no mercado de trabalho desde a Segunda Guerra

A pandemia de coronavírus vai afetar a economia mundial. Vários países estão tomando medidas para amenizar os efeitos da crise – como, por exemplo, o coronavoucher no Brasil. Apesar dos esforços, a economia brasileira já começa a sentir os efeitos colaterais das medidas de isolamento social. A previsão é que a pandemia cause a maior crise no mercado de trabalho desde a Segunda Guerra Mundial. 

No entanto, alguns setores ainda estão contratando e a BBC News Brasil conversou com recrutadores de vagas para entender onde há oportunidades. 

Supermercado

Houve um aumento significativo na demanda de supermercado. Recentemente, a rede Carrefour, por exemplo, anunciou a abertura de 5 mil novas vagas para operadores de loja, auxiliares de perecíveis, agentes de prevenção, recepcionistas de caixa, padeiros, peixeiros, técnicos em manutenção, açougueiros, operadores de centro de distribuição e vendedores de eletrodomésticos.  

Vendedores online

Os “marketplaces” – como Mercado Livre, por exemplo –  tem se mostrado uma alternativa para empresas que não estão podendo operar no mundo físico. Por causa disso, lojas com pouca presença online estão a procura de vendedores para anunciar seus produtos nesses sites. 

Saúde indireta 

Segundo a BBC News, a grande movimentação do setor de saúde tem gerado emprego em áreas ligadas indiretamente à clínicas e hospitais, tais como manutenção predial, instalação de ar condicionado, cozinheiros e nutricionistas. Além disso, ainda de acordo com a BBC, há uma parte da indústria que está produzindo mais durante a pandemia, como os fabricantes de materiais hospitalares e de produtos de higiene. 

Porém… 

Apesar de tudo, as previsões para a economia ainda são negativas, pois a provável recessão decorrente da pandemia deve elevar o desemprego no Brasil, principalmente em trabalhadores informais, que são os que mais sofrem com a crise.