Fintechs preveem oferecer R$ 10 bi a pequenas e médias empresas

A medida faz parte dos esforços do governo para injetar recursos na economia durante a crise.

Em meio a crise econômica causada pela pandemia de coronavírus, as Fintechs vão triplicar a oferta de crédito a micro, pequenas e médias empresas, oferecendo até R$ 10 bilhões em financiamentos. 

Segundo a ABCD (Associação Brasileira do Crédito Digital), em 2019, esse segmento intermediou um total de R$ 3 bilhões em empréstimos. A projeção é que em 2020, triplique-se esse montante. 

De acordo com o presidente da ABCD, Rafael Pereira, as fintechs de crédito têm como público principal o pequeno e médio negócio, exatamente o universo que o governo quer atender. 

Além disso, segundo a UOL, as fintechs e os bancos digitais têm melhor acesso a clientes e podem fazer recursos liberados pelo setor público chegarem mais rapidamente a quem não tem acesso a empréstimos bancários. Há ainda no Brasil, mais de 10 milhões de contas digitais que podem ser usadas para o envio de recursos aos que serão atendidos pelo governo.