Apple e Google se unem para rastrear quem foi infectado por coronavírus

Empresas vão inserir funcionalidade nos iPhones e nos aparelhos Android para que usuários saibam se estiveram em contato com infectado

Foto: Reprodução

As gigantes de tecnologia Apple e Google divulgaram que estão desenvolvendo um software que, inserido nos smartphones, poderá dizer se o usuário teve contato recente com alguma pessoa infectada com o novo coronavírus.

A ferramenta, que está sendo criada em parceria pelas duas empresas, deverá ser lançada nos próximos meses. O software fará parte dos iPhones e dos aparelhos que usam o sistema Android. 

Funcionará assim: as pessoas infectadas usarão a ferramenta para notificar as autoridades de saúde pública que têm o coronavírus. Com isso, o sistema alertará, pelo celular, os indivíduos que entraram em contato com o doente recentemente. O rastreamento será feito por Bluetooth.

As empresas afirmaram que o aplicativo irá proteger a privacidade dos usuários, e que será necessário aceitar os termos de uso da ferramenta para participar.