Caixa reduz juros em linhas de crédito e aumenta prazos de pagamentos

Anúncio é em razão da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus

Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal irá reduzir juros em todas as linhas de crédito e aumentará prazos para pagamentos. O presidente do banco, Pedro Guimarães, afirmou em coletiva de imprensa que foi ofertado R$ 111 bilhões, e que em uma semana, mais de R$ 20 bilhões foram emprestados pela Caixa.

O anúncio de redução de taxas é em razão da crise econômica provocada pela pandemia do novo coronavírus. A taxa do cheque especial do banco passará de 4,9% para 2,9% ao mês. Segundo o executivo, uma taxa recorde em termos de ser menor — 41% de redução em relação à taxa que já era a menor do mercado.

Além disso, foi anunciado a redução para 2,9% da taxa de juros cobrada no parcelamento do cartão de crédito. O presidente da Caixa anunciou ainda o aumento de 60 para 90 dias do prazo da pausa para contratos de empréstimos de pessoas físicas e empresas, incluindo contratos habitacionais.

Guimarães também afirmou que muitos brasileiros não têm contas em bancos para receber o pagamento de R$ 600 anunciados para trabalhadores informais, e que está sendo estudado, junto o Ministério da Economia, e com o INSS, que irá operacionalizar a base de pessoas que vão receber o dinheiro. Segundo ele, oito milhões de pessoas são clientes da Caixa.