Como pequenas empresas podem ajudar a prevenir o coronavírus

Todos podem ajudar na prevenção da doença, inclusive pequenos empresários.

Nos últimos dias, prevenir o novo coronavírus tem sido a norma, principalmente após a Organização Mundial da Saúde (OMS) decretar a pandemia – ou seja, a COVID-19 já se espalhou por vários países, não ficando mais restrita a China. 

Todos podem ajudar na prevenção da doença, inclusive pequenos empresários. Por exemplo,o Le Tuscani, um restaurante de São Paulo, deixou álcool gel a vista dos clientes, orientando todos a usarem. Além disso, deixou as mesas bem separadas umas das outras para evitar maior contato entre as pessoas. 

O dono pretende também investir em delivery, já que uma das recomendações é para que não se saia de casa, diminuindo o risco de contágio. 

A sugestão para os pequenos empresários é que se faça um plano de funcionamento durante o período de quarentena. É importante primeiro, ver quais colaboradores podem trabalhar de casa. Para isso, também é necessário um canal de comunicação para home office e verificar se o email corporativo pode ser acessado de casa. 

Antecipar-se e negociar com fornecedores também é essencial, além de analisar as linhas de crédito com juros menores. O importante é não entrar em pânico e seguir as recomendações da OMS, dando, assim, mais segurança para o cliente e diminuindo os riscos do negócio.