Internas de Pedrinhas participam de programa de empreendedorismo social

O programa aplicará técnicas de bordado, crochê e costura sob supervisão de professores e voluntários

O programa da Cooperativa Social Cuxá será um meio de ressocialização para essas mulheres (foto: reprodução)

Mulheres que estão sob cuidados da justiça na Penitenciaria de Pedrinhas ganharão oportunidade de usar seu tempo para cooperar com trabalhos voluntários voltados à sociedade. A fim de oferecer maior ocupação às internas e suprir os momentos ociosos, o projeto da Cooperativa Social Cuxá foi pensado pela presidente do Humanistas360, Patrícia Villela, e contou a parceria do Governo do Estado e Poder Judiciário.

O anúncio oficial de colocar o programa em prática foi feito nesta semana após o encontro de Patrícia com o governador Flávio Dino. Patrícia relatou que conversou com o governador sobre como estão os preparativos para a inauguração oficial da Cooperativa.

100 mulheres envolvidas com o empreendedorismo

Segundo a presidente do Humanistas360, o projeto piloto terá como sede o Maranhão que contará com o trabalho de 100 mulheres, ali com elas serão aplicadas técnicas de bordado, crochê e costura com supervisão de professores e voluntários.

A data prevista para o lançamento é 26 de março. Além do Governo do Estado e Poder Judiciário, outro grande parceiro do programa é o Conselho Nacional de Justiça(CNJ). Essa é uma importante iniciativa em conjunto que estimulará o empreendedorismo social com as mulheres internas em Pedrinhas, ressalta o governador Flávio Dino.