Nubank registra prejuízo líquido de 312,7 milhões em 2019

Por outro lado, obteve um salto na receita bruta atingindo a marca de R$ 2,1 bilhões

A fintech Nubank registrou um prejuízo líquido de R$ 312,7 milhões em 2019, um aumento de 212% em relação ao registrado em 2018. Segundo a instituição financeira, o resultado está diretamente ligado ao ritmo de crescimento. No ano anterior, o indicador havia sido de R$ 100,3 milhões.

Gabriel Silva, vice-presidente de Finanças, afirmou no blog da fintech que o Nubank  escolheu investir, crescer e oferecer serviços a mais pessoas. Em meio ao prejuízo, a fintech obteve um salto na receita bruta atingindo a marca de R$ 2,1 bilhões — 70% a mais que no mesmo período do ano passado. 

Além disso, a base de clientes brasileiros também cresceu, saindo de 5,9 milhões para 19,7 milhões no ano passado. Uma média de 40 mil novos clientes por dia, segundo o comunicado. O índice de atraso acima de 90 dias da carteira total do Nubank foi de 6,6%, o que representa uma redução de 10,4% em um ano.

As receitas de prestação de serviços e rendas de tarifa bancárias foram de R$ 1,035 bilhão em 2019 e de R$ 535,7 milhões no ano anterior. Avaliada em mais de US$ 10 bilhões, o Nubank não vê os prejuízos como um problema. Conforme o comunicado, a grande aceitação dos produtos oferecidos fez com que a base crescesse em 13,8 milhões de clientes.