Air New Zealand pretende colocar beliches na classe econômica

A ideia é que a área reservada para as camas conte com diversas beliches

A companhia aérea Air New Zealand, da Nova Zelândia, pretende testar a instalação de beliches na classe econômica de aviões comerciais. A ideia é que a área reservada para as camas conte com diversas beliches, elas também devem compostas por até três camas, uma em cima da outra.

Nikki Goodman, diretor de experiência do cliente da Air New Zealand, conta que nos próximos meses alguns detalhes devem ser definidos. O objetivo é que a novidade seja disponibilizada como um extra para os passageiros de classe econômica. Segundo ele, a intenção é que as pessoas possam descansar durante no voo.

Chamada de Economy Skynest, a tecnologia vai oferecer uma cama de um metro e noventa centímetros de comprimento, com cobertor, lençol, protetores de ouvido e uma cortina para o passageiro se isolar, caso se sinta mais confortável. A empresa também espera definir a precificação da nova modalidade até outubro. 

O executivo diz que um cliente de classe econômica em voos de longo curso seria capaz de reservar a Economy Skynest, além de seu assento de economia, obter algum descanso até o seu destino. A empresa disse que até outubro deve fazer alguns pilotos com as beliches na rota entre Auckland e Nova York, nos Estados Unidos.