Pesquisa divulga informações sobre evolução da Pecuária maranhense

O município com maior rebanho bovino no estado é Açailândia, que concentra 4,2% do rebanho total do estado.

Nesta segunda-feira (10), o Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc) disponibilizou uma análise da Pesquisa da Pecuária Municipal (PPM) para o Maranhão. O estudo revelou que a pecuária maranhense é bem representativa, já que a criação de animais é diversificada ao longo do leste e noroeste do estado. Todos os municípios têm participação no total da produção de origem animal. 

Os rebanho bovino é o maior, representando, em 2018, 62,4% do total do rebanho do Maranhão. Em 1998, representava 41,3% do total, crescendo, em média, 3,5% ao ano, assinalando o maior crescimento médio entre os rebanhos. 

Açailândia tem 327.689 cabeças e concentra 4,2% do rebanho total. Assim, assume a primeira posição na lista de municípios com maior número de cabeças de gado. 

O leite se apresenta como o produto mais representativo do Maranhão e novamente, Açailândia detém a maior produção, com 39.637 mil litros. O mel apresentou o maior crescimento médio na produção, com 24,5% ao ano, indo de 28.465 kg em 1998 para 2.261.672 kg em 2018. Por causa disso, o estado ganhou 10 posições no ranking dos maiores produtores de mel do Brasil, saindo da 18ª colocação, em 1998, para a 8ª, em 2018.