Startup recebe autorização para circular veículo sem retrovisores

O carro autônomo é o R2, criado para entregas pela startup Nuro

Foto: Divulgação

A startup Nuro é a primeira empresa a obter uma certificação federal nos Estados Unidos (EUA) para circular livremente com um veículo autônomo — e sem retrovisores, que estavam presentes no R1, versão anterior do projeto. Focado na entrega de mercadorias, o R2 não tem espaço para nenhum ser humano e roda a 40 km/h.

A secretária de transporte dos EUA, Elaine Chao, explicou em comunicado que como o R2 é um veículo autônomo especificamente de entregas e de baixa velocidade, alguns recursos que o departamento exigia tradicionalmente — como espelhos e para-brisa para veículos que transportam motoristas — não fazem mais sentido.

Os compartimentos do R2 têm controle de temperatura para manter os produtos perecíveis frescos, incluindo mantimentos ou refeições. Além disso, o novo design possui 65% mais capacidade do que o R1. O veículo irá até os endereços registrados e as portas abrirão através do desbloqueio do usuário do aplicativo de entregas.

A câmera instalada atrás do R2 não desliga quando o veículo está em movimento, e todas as câmeras oferecem uma visão 360 graus dos arredores. A autorização é temporária e tem validade somente de dois anos, a empresa deve fabricar até 5 mil veículos que não têm espelhos retrovisores ou para-brisa nesse período.

Confira como o veículo opera: