Serviço de TV por assinatura registra queda de 9,7%, aponta Anatel

De acordo com o órgão, quase 2 milhões de clientes cancelaram seus contratos com operadoras de TV por assinatura

Serviço de TV por assinatura perdeu quase 2 milhões de clientes (foto: reprodução)

O universo tecnológico e a expansão do serviço streaming tirou do pódio de protagonista a TV por assinatura. Dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) revelaram queda de 9,7% de perda de clientes, abrangendo as quatro maiores operadoras nacionais (Claro/Net, Sky, Oi e Vivo).

Queda de 9,7%

No Brasil, pelo menos 17,3 milhões de pessoas usavam o serviço de TV por assinatura em 2018, ano passado, cerca de 1,7 milhões de clientes cancelaram suas assinaturas, 2019 fechou com um total de 15,7 milhões de clientes com contratos encerrados com essas operadoras.

A Claro/Net ainda conta com 49,2% de seus contratos, já a Sky, possui apenas 29,7% de clientes. A Oi apresenta a porcentagem de 9,6% de assinantes e a Vivo 8,4%.

O setor já vinha apresentando instabilidade quanto ao seu rendimento desde 2015, mas a situação passou a ser considerada crítica para as operadoras a partir do ano passado, quando a Anatel registrou as maiores quedas ligadas às operadoras.

Pirataria

Outro fator considerável agravante e favorável à redução de contratos foi a pirataria, quanto mais acessos ilegais as pessoas tinham, menor era o número de assinaturas do serviço. O número de serviços por meio de pirataria chegava a 7 milhões, com maior concentração de pirataria no Rio de Janeiro, em áreas dominadas por milícias.