Netflix enfrenta problemas com chegada de concorrência

Mesmo com dívidas, Netflix não pretende adicionar comerciais

O mercado de streaming tem crescido nos últimos anos. A plataforma Netflix, com 158 milhões de assinantes no mundo todo, é a mais conhecida. Porém, a empresa está com uma dívida de US$ 12 bilhões. O fluxo de caixa terminou 2019 com US$ 1,7 bilhão negativos. 

Uma das causas para isso é que o mercado de streaming está ficando muito competitivo. Por muito tempo, a Netflix foi a única plataforma, mas agora, os dias de dominação da empresa estão próximos do fim. O crescimento desacelerou em 2019, mesmo ano em que foram apresentados Disney+, Apple TV Plus e HBO Max.

Os acionistas querem reverter esse quadro para manter a conta no azul. Porém, a empresa já anunciou que não cederá a pressão para colocar comerciais dentro da plataforma, mantendo-se fiel à proposta original. 

Segundo comunicado divulgado pela Netflix, são as assinaturas, e não a publicidade, que impulsionam os US$ 16 bilhões de receita anual da plataforma. Ficar “livre de comerciais” continua a ser parte importante da proposta da empresa.