Olho nos pequenos: Facebook melhora recursos para pais no Messenger Kids

Os novos recursos incluirão acesso para os pais verem o histórico de conversas de seus filhos

Foto: Reprodução

Facebook está dando aos pais mais controle sobre as contas e conversas de seus filhos no Messenger Kids, seu aplicativo de bate-papo para crianças menores de 13 anos. A empresa anunciou nesta terça-feira (4) que planeja adicionar novas ferramentas e recursos, meses após surgirem dúvidas sobre a proteção da privacidade em aplicativos para crianças.

Os pais agora podem ver uma lista dos contatos recentes de uma criança e seu histórico de bate-papo, um registro das imagens enviadas e recebidas durante as conversas — com a capacidade de apagar as que considerarem inapropriadas — e uma lista dos contatos bloqueados pela criança.

O Messenger Kids foi lançado em 2017, projetado como uma forma segura de permitir que as crianças conversem com parentes e amigos. Em agosto, o Facebook reconheceu uma falha no Messenger Kids que permitia que milhares de crianças participassem de conversas em grupo nas quais nem todos os membros eram aprovados pelos pais.

O Facebook está sendo monitorado por vários governos sobre segurança infantil. A medida foi tomada desde que a empresa anunciou seu plano de estender a criptografia de ponta a ponta em seus serviços de mensagens no ano passado. Os legisladores alertam que a criptografia forte os impede de acessar evidências de abuso infantil, protegendo predadores.

O Facebook não informou se o Messenger Kids será incluído no plano de criptografia. A empresa disse nesta terça-feira que também informará os usuários do Messenger Kids sobre os tipos de informações que outros podem ver sobre eles.