Banco do Brasil pagará até 4 salários para funcionários que cumprir metas

A mudança é uma tentativa de transformar a cultura interna do banco

Foto: Reprodução

O Banco do Brasil vai começar a pagar bônus aos funcionários que cumprirem metas de desempenho, devido à perda de funcionários para instituições privadas e para se adequar a um ambiente mais tecnológico e competitivo. Aos melhores, o banco vai pagar até quatro salários adicionais por ano.

Para arcar com o novo programa de remuneração variável, o BB vai reduzir em 10%, em média, o adicional de remuneração fixa pago aos que ocupam cargos de chefia ou de confiança — a mudança, porém, só valerá para os que assumirem essas funções a partir de agora. Não haverá mudança nas remunerações de funcionários de agências, como escriturários e caixas.

A mudança é uma tentativa de transformar a cultura interna do banco e aproximar o BB do modelo de remuneração variável praticado pelas instituições privadas. A ideia é incentivar todos os empregados a priorizar a satisfação do cliente, inclusive aqueles que ocupam funções internas, como desenvolvimento de produtos.

Os empregados do Banco do Brasil são selecionados por meio de concurso público, mas cumprem regime CLT e não possuem estabilidade. O presidente Jair Bolsonaro já deixou claro que o Banco do Brasil não será privatizado. Por isso, a instituição tem adotado uma série de medidas para reduzir gastos e aumentar sua eficiência.