Empresa cria sistema de biometria para facilitar vacinação

Em 2018, segundo o Unicef, 10% das crianças não foram imunizadas contra tétano, difteria e sarampo

Foto: Reprodução

A multinacional japonesa NEC Corporation, em parceria com a Gavi, aliança global para vacinas e imunização, e com a startup inglesa Simprints, criou um sistema de biometria por impressão digital voltado para crianças de um a cinco anos para formar um banco de dados com as informações médicas dos pequenos.

A maioria das crianças vivem em países pobres e zonas de conflito, e muitas ficam desprotegidas. Todos os anos, milhões de crianças ao redor do mundo não recebem as chamadas vacinas vitais. Em 2018, de acordo com dados da Unicef, cerca de 10% das crianças não receberam as vacinas contra o sarampo, a difteria e o tétano.

Muitas delas não são imunizadas simplesmente porque não têm registro civil e por conta disso acabam sendo excluídas dos programas de vacinação. A nova ferramenta entra em uso agora, no começo do ano, na Tanzâniae em Bangladesh, entre os países com os mais baixos índices de vacinação na primeira infância.

Cristiano Blanez dos Santos, gerente de Global Relationship Division da NEC Corporation, afirma que esse problema pode ser amenizado com o uso da tecnologia. No geral, a identidade digital permite a criação de um banco de dados que faz com que elas possam ser vacinadas de uma forma mais prática e rápida. 

A NEC Corporation

A NEC Corporation é uma empresa multinacional de tecnologia da informação sediada em Minato-ku, no Japão. A NEC oferece soluções de rede e tecnologia da informação para empresas, provedores de serviços em telecomunicações e governos. A NEC está presente no Brasil, onde se chama NEC Latin America. Atualmente ela está situada em São Paulo.