iFood compra startup mineira de inteligência artificial

Aquisição tem como objetivo trazer especialistas na tecnologia

A foodtech iFood anunciou a aquisição de talentos da Hekima, uma startup de inteligência artificial (IA), ciência de dados e big data sediada em Belo Horizonte (MG). O objetivo é ampliar a base de profissionais especializados em inteligência artificial. Os valores da transação não foram divulgados.

A compra foi motivada pelo interesse na equipe da Hekima, que conta com especialistas em desenvolvimento de algoritmos de IA, cientistas de dados e outras posições relacionadas à tecnologia. Com o formato de “acqui-hire”, o iFood vai incorporar a equipe da startup para desenvolver, internamente, aplicações de inteligência artificial.

Agora, a empresa passa a contar com mais de 100 profissionais especializados em IA. Bruno Henriques, vice-presidente de Inovação e Crescimento do iFood, afirmou em comunicado enviado à imprensa que um dos maiores desafios no mercado é a busca por talentos. Para ele, existe uma escassez de profissionais qualificados no país, porque muitos deles acabam recebendo propostas de trabalho no exterior.

O executivo conta que as iniciativas com foco em IA tem como objetivo reter talentos ao criar oportunidades atrativas no Brasil para experts trabalharem em tecnologias inovadoras no âmbito mundial. Segundo o CEO do iFood, Fabricio Blosi, todas as áreas da empresa, desde Recursos Humanos até Logística e Operações, têm como base o uso de dados e IA para tomadas de decisão.

A Hekima foi fundada em 2008 e é especializada em pesquisa e desenvolvimento de soluções e tecnologias de inteligência artificial para empresas de vários setores da economia. Com a transação, o cofundador da startup, Victor Salles, passa a responder como cientista líder de dados do iFood.