Fique atento a tendências para 2020

Mulheres à frente de grandes produções e uma possível "Nova Primavera Árabe" são listados como notícias que podem ser mais pautadas neste ano

Novidades que podem marcar 2020 (foto: reprodução)

O ano de 2020 só está no início, mas as expectativas para as novidades previsíveis já estão altíssimas. Os personagens mais marcantes não serão apenas protagonistas da vida real, mas também compõe essa lista de tendências para diversos acontecimentos previstos os próximos 11 meses que virão.

Eleições americanas, disputas por mandatos, novos líderes, primavera árabe, protestos no Iraque, revoluções tecnológicas, invenções altamente modernas, governo chinês, livre comércio na África, olimpíadas, novos surtos de doenças, mulheres no topo da ficção, filmes aclamados pelo público e outros temas serão os mais comentados de 2020.

Eleições americanas: O impeachment sai?

Impeachment vem sendo o nome mais pronunciado entre os americanos, o então atual presidente dos EUA, Donald Trump, vem perdendo a graça diante dos olhos de seus fiéis eleitores. Ainda é cedo para pensar em uma nova eleição, entretanto, o cenário americano não apresenta bons resultados. Com a ameaça de Trump ser perder seu cargo, o Partido Democrata ainda não pensa em um novo candidato para substituí-lo.

Por um lado, Trump ainda possui cartas na manga, como, por exemplo, uma reeleição, mas por outro lado, ele ainda tem de enfrentar o Senado que é seu grande rival, no momento. Caso o atual presidente perca o apoio do senado, que é responsável por sentenciar questões ligadas à agenda legislativa, orçamento e nomeações no Judiciário, Trump sentirá o gosto amargo da derrota.

Vale lembrar que o Senado também pode sofrer alterações dependendo da eleição que acontece dia 3 de novembro. O partido Trump tem a grande missão de defender 23 assentos diante de 100, sendo 53 sob posse de republicanos.

Nova “Primavera Árabe”

Em 2011, ondas de violência e revoltas tomavam conta de vários países árabes, naquela época, houve guerra e tamanha destruição. No segundo trimestre de 2019, cenas parecidas voltaram a acontecer no Iraque, Egito e Líbano, a situação, que ficou fora de controle, levou alguns comentaristas locais a pensarem na chance uma nova “Primavera Árabe“.

De acordo com a pesquisadora do Carnegie Middle East Center, em Beirute, Dalia Ghanem relata que os quatro países que presenciaram ondas de protestos em 2019 foram Argélia, Sudão, Iraque e Líbano, países que ficaram fora da “Primavera Árabe” em 2011. Essa é a uma nova era de descontentamento.

Já o especialista em assuntos do Mundo Árabe e professor na PSL University em Paris, Ishac Diwan acredita que essa onda de descontentamento público provavelmente vai engolir outros países. Para ele, a principal diferença em relação à primeira onda de 2011 está nas condições econômicas. O crescimento diminuiu, as dívidas públicas tem aumentado e o desemprego ficou maior.

Explorando o espaço

A expectativa também é grande em relação à Nave da Agência Espacial Europeia que, por meio, de seu avanço tecnológico conseguirá obter observações mais precisas e sofisticadas de 400-500 deles nos próximos três anos.

O futuro da elaboração de equipamentos se dá, um pouco, ao processo de observação do telescópio espacial Cheops, é por causa dele que a próxima geração pode ter acesso a alguns objetos promissores. Um dos próximos instrumentos será lançado no próximo ano, será o telescópio espacial James Webb (JWST).

Área de Livre Comércio Continental Africana

Para esse ano, o continente africano aguarda um significativo crescimento referente a Área de Livre Comércio Continental Africana, a expectativa de desenvolvimento alterna entre 2% a 4% do Fundo Monetário Internacional calculado diante do acordo comercial.

Entre 54 países, a maior área de livre comércio do planeta se encontra no continente africano. A partir de julho deste ano iniciará o livre comércio entre países locais. Em 2018, a porcentagem ligada às exportações entre nações do continente estiveram abaixo de 20% do comércio, enquanto a Ásia representava 59% e a Europa 69%.

Jovens nos jogos olímpicos

Os esportes radicais vem tomando grande proporção e conquistando grande espaço principalmente entre os jovens, resultado disso poderá ser visto nos próximos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020, o que o público já pode esperar é a presença de muitos jovens talentos abrilhantando as novas modalidades.

Entre tantos talentos, já podemos esperar por alguns destaques, uma das promessas para esses jogos levou bronze no campeonato mundial em setembro do ano passado, a garotinha britânica de apenas 11 anos, Sky Brown, é um talento na categoria skatista e vem chamando atenção pelo desempenho e capacidade.

Além de Sky, outra promessa na categoria street é a jovem de 20 anos, Pâmela Rosa, a paulista já é considerada e melhor em sua categoria e promete dar dor de cabeça aos seus adversários.

Erradicação da malária

Notícias sobre erradicação de doenças sempre são bem vindas, 2020 já começou com a estimativa de extinção da malária, com uma redução considerável do números de casos, pelo menos nove países devem erradicar a doença. A notícia é motivo de alegria diante de um cenário com mais de 450 mil mortes em 2018 e milhões de casos registrados pela Organização Mundial de Saúde (OMS).

A malária causou 300 mil mortes ao ano na China, mas a a boa notícia é que a China está prestes a erradicar a doença, outros locais como Irã, Belize, El Salvador, Suriname, Cabo Verde, Butão, Timor Leste e Malásia também estão progredindo para a erradicação da doença. 91 regiões apresentam maior risco de aumento da malária, de acordo com a OMS reconhece que 38 países já erradicaram a doença.

Protagonismo feminino

Os filmes campeões de bilheterias que tinham à sua frente super heróis cedem espaço à chegada de super-heroínas. 2020 vem recheado de lançamentos e as telinhas vão contemplar a atuação de várias mulheres protagonizando vários filmes que prometem ser sucesso.

O casal mais fora do comum e diferentão chega novamente para sacudir o público, mas desta vez, o Coringa atuará com coadjuvante, quem brilhará como vilã será a sua parceria e cúmplice: Arlequina, trazendo com sua personagem bastante presença feminina e quebrando paradigmas que vilões bons são vilões homens.

Outras principais personagens femininas estrearão no novo filme da Mulher Maravilha e no lançamento da Viúva Negra, que será interpretada por Scarlett Johansson na franquia Os Vingadores.

Greta, novos protestos e mudanças climáticas

Um assunto que também ganhará maior destaque e atenção serão temas voltados às mudanças climáticas, e à frente dessas campanhas estará a garota prodígio Greta Thunberg com o lema “trens, em vez de aviões”. O propósito de novas campanhas é propagar a redução de carbono, a tendência que promete marcar 2020 é o “slow travel“, segundo membros da indústria do turismo, como a Associação de Agentes de Viagem Britânicos (ABTA).