Confiança da indústria cresce 3,2 pontos em dezembro

O índice acumula alta de 3,9 pontos no quarto trimestre

Foto: Reprodução

O Índice de Confiança da Indústria (ICI), da Fundação Getúlio Vargas (FGV), que mede a confiança dos empresários da indústria, cresceu 3,2 pontos em dezembro, subindo para 99,5 pontos. Com o resultado, o índice acumula alta de 3,9 pontos no quarto trimestre, subindo para 99,5 pontos. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (27).

Renata de Mello Franco, economista da FGV, explica que a alta da confiança em dezembro é reflexo principalmente da melhora na percepção dos empresários sobre os negócios e do aumento do otimismo em relação aos próximos meses. A economista diz que para a evolução favorável continuar favorável, dependerá tanto de uma efetiva recuperação da demanda interna quanto da redução dos níveis de incerteza.

Já o índice da Situação Atual também alcançou alta de 4 pontos, chegando a 99,8 em dezembro. Por sua vez, o Índice de Expectativas, que mede a percepção em relação ao futuro, avançou 2,4 pontos, finalizando o mês em 99,2 pontos. E, a confiança dos empresários avançou em 14 dos 19 setores industriais constados no levantamento feito pela FGV.

Aumentou de 14% para 15,4% o percentual de empresas que projetam um crescimento do pessoal ocupado, enquanto a fatia que pressupõe declínio diminuiu de 13,8% para 13,5%. As empresas que apreciam a situação atual dos negócios aumentou de 14,8% para 17,6%, e os que a avaliam como fraca caiu de 20,5% para 14,6%. Neste mês, todos os indicadores que compõem o índice avançaram.