Há mais de duas décadas na defesa da implementação do CLA

Moura também tem experiência em desenvolvimento do Plano Diretor para o CEA

Carlos Augusto Teixeira de Moura, presidente da Agência Espacial Brasileira (foto: reprodução)

Carlos Augusto Teixeira de Moura foi nomeado para o cargo de presidente da Agência Espacial Brasileira (AEB) no dia 15 de janeiro deste ano, pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, o astronauta Marcos Pontes.

Experiência em projetos aeroportuários e de centros de lançamento espacial

É graduado em Engenharia de Infraestrutura Aeronáutica e Mestre em Ciências, área de informática (engenharia de software) pelo Instituto Tecnológico Aeronáutico (ITA). Tem experiência em projetos aeroportuários e de centros de lançamento espacial, desenvolvimento, qualificação e operação de sistemas computadorizados de aplicação crítica.

Atuante no segmento espacial desde 1982

Moura atua desde 1982 no segmento espacial com destaque para implantação do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA-MA) desenvolvimento do Veículo Lançador de Satélites (VLS), operações de lançamento e rastreio espaciais, operações de inter comparação de sondas com a Organização Mundial de Meteorologia.

Plano Diretor

Também tem experiência em desenvolvimento do Plano Diretor para o CEA (Infraero), projeto e implantação do Complexo Terrestre do Cyclone-4 e concepção e planejamento de sistemas espaciais no âmbito do Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE).

AEB foi criada em 10 de fevereiro de 1994 e junto à Agência ele atuou em diversas atividades de cooperação, como estudos prospectivos com organizações internacionais para utilização do CLA, desenvolvimento de regulamentos de segurança espacial, desenvolvimento e implantação de infraestrutura geral do CLA, programas de certificação e licenciamento espacial. Desde o início de 2017, atua, em conjunto com representantes de outros órgãos, em diversos Grupos Técnicos do Comitê de Desenvolvimento do Programa Espacial Brasileiro (CDPEB).