Ford lança Mustang elétrico para enfrentar a rival Tesla

O veículo será vendido por 45.000 dólares e chegará às lojas em 2020

O veículo pode alcançar 482,8 km por carga, atingindo 4 segundos em uma velocidade de 96,56 km por hora (foto: reprodução)

A disputa entre grandes marcas fabricantes de carros vem crescendo, a Ford e a Tesla, por exemplo, frequentemente anunciam novos modelos de carros do segmento elétrico, na semana passada, a Ford apresentou seu novo modelo, o Mustang elétrico, que segundo a fabricante, traz pela primeira vez o emblemático logo do cavalo em um veículo utilitário esportivo (SUV).

Modelos nesse estilo já foram apresentados pela Tesla, General Motors e outros, entretanto, a Ford se mostra firme na tentativa de concorrer com veículos similares. Em épocas que carros como sedan estão perdendo interesse no EUA, o automóvel chega para reafirmar sua relevância.

Mike Sutton, da revista Car and Drive, declarou que a Ford não deveria ter colocado o nome do Mustang em seu novo carro elétrico Mach-E, mas o fez e o mundo está agora um pouco mais triste por isso.

O Mustang foi desenvolvido para ser um veículo com autonomia de, pelo menos, 482,8 km por carga, chegando a atingir em quatro segundos em uma velocidade de 96,56 km por hora. No final de 2020 chega às lojas uma primeira versão do modelo.

Concorrendo com o Model 3 da Tesla, o Mustang será vendido, em média, por 45.000 dólares, com possibilidade de ser repassado por até 35.000 referente aos créditos fiscais em carros elétricos.

Segundo o chefe da divisão de desenvolvimento de produtos da Ford, Hau Thai-Tang, o Mustang Mach-E rejeita totalmente a noção de que os veículos elétricos só são bons para reduzir o consumo de gasolina. Ele afirmou que os consumidores buscam um carro que seja emocionante de dirigir, que se possa ostentar e que se adapte a seu modo de vida. E o Mustang Mach-E oferece tudo isso de uma forma inigualável.