Dona do TikTok quer lançar streaming de música

Segundo fontes, o Brasil será um dos primeiros países a receber o aplicativo que a ByteDance prepara para desafiar Spotify, Apple Music e Deezer

streaming de música promete ganhar um competidor de peso. ByteDance, dona do TikTok, vai lançar no próximo mês um aplicativo de streaming, segundo fontes ouvidas pelo jornal britânico Financial Times. A gigante chinesa, diz o jornal, negocia com as gravadoras Universal Music, Sony Music e Warner Music.

Brasil, Índia e Indonésia podem ser os primeiros países a ganhar o novo serviço. Procurada, a empresa não confirmou as informações. A ByteDance foi avaliada em US$ 75 bilhões ano passado. Entrar no mercado de streaming significa enfrentar empresas ainda maiores, como Spotify, TencentApple.

O grupo chinês quer se diferenciar dos serviços disponíveis e combinar ao streaming a proposta do seu carro-chefe, TikTok — que permite aos usuários criar vídeos curtos. O novo aplicativo pode incluir uma biblioteca de vídeos para os ouvintes sincronizarem às músicas e compartilharem com amigos. 

Não se sabe o nome ou o preço do serviço. Espera-se que seja mais barato que os concorrentes Spotify e Apple. A razão, segundo o FT, é que na Ásia ainda não se tornou comum pagar por serviços de streaming, como nos Estados Unidos e países europeus. Na China, apesar de o mercado corresponder a 800 milhões de usuários, apenas 5% pagam.