Brasil tem primeiro modelo de bicicleta elétrica

A previsão de lançamento da smart bike é para março de 2020, com preço estimado em R$ 6.890

A smart bike consegue percorrer um caminho de 50 a 60 quilômetros (foto: reprodução)

Além de oferecer praticidade, bem-estar e menos poluição ao ambiente, as bikes passam a ganhar novos modelos inteligentes. A fabricante brasileira de bicicletas elétricas Vela anunciou no último sábado (9), a versão de sua primogênita “smart bike“.

A bicicleta será equipada com software próprio e um aplicativo que controlará suas funções.

Motor elétrico

A bike funcionará por meio de motor elétrico. O modo de uso virá detalhado no aplicativo a partir do instante em que for acessado via bluetooth do celular do usuário.

Pelo smartphone será possível visualizar os dados de uso, e oferecerá além dessa opção, a possibilidade de alterar os níveis de potência e consumo da bateria. Com apenas uma carga, a smart bike consegue percorrer o caminho de 50 a 60 quilômetros, ante autonomia de 25 a 30 quilômetros.

Conexão 3G própria

A bicicleta possuirá um serviço próprio de conexão 3G, desse modo, será possível analisar os dados alcançados pelo equipamento a fim de desenvolver métodos de aperfeiçoamento, como, implementação de novos modelos de condução.

De acordo com Victor Hugo Cruz, presidente-executivo da Vela, a conectividade permite que a gente mantenha uma atualização e evolução constante daquele equipamento. Através das atualizações conseguiremos mudar a performance da bike, alterar a eficiência, adicionar funções, mudar o modelo de frenagem, mudando o comportamento da bicicleta.

Planos mensais

Em busca de oferecer para o seu público um serviço de segurança e com total conforto, será lançado pela companhia um serviço de assinatura opcional onde disponibilizará a cobertura de atualizações, rastreamento via GPS da bike e pagando R$ 49,00 mensais há a contratação de um seguro contra roubos e furtos.

Além dessa opção de plano, haverá uma segunda oferta opcional que por R$ 89,00 mensais incluindo manutenção e reposição de peças da smart bike. A expectativa de crescimento do setor é de 10,8%, segundo a Abraciclo, até o mês de setembro foram mais de 700 modelos montados no país, indicando crescimento de 21,7% ante o mesmo período de 2018.

1,5 bicicletas circulando

O esperado pela Vela é avançar em vendas cerca de 30% a 40% ainda esse ano, atualmente, a empresa já possui com 1,5 mil bicicletas circulando em São Paulo. Cruz explica que essa infraestrutura traz a felicidade, traz a segurança, gera a demanda pela bicicleta, por uma mobilidade alternativa aos carros e ao transporte público.