Nestlé faz parcerias com a Amazon e iFood para entrega direta ao consumidor

Plataformas digitais servirão para testar novas soluções e melhorar o relacionamento com o cliente

A partir de hoje (11), a Nestlé será a primeira empresa a oferecer alimentos e bebidas pela Amazon Brasil. A iniciativa é resultado de uma parceria com a Amazon. O acordo permitirá à Nestlé realizar entregas e oferecer produtos e experiências exclusivas pela plataforma. A parceria com a Amazon já existia em outros países, mas só agora chega ao país.

Carolina Sevciuc, diretora de Transformação Digital da Nestlé, diz que o consumidor de hoje dá preferência às plataformas digitais, e a empresa está investindo para entender os melhores caminhos e as melhores parcerias para entregar uma grande experiência ao cliente.

Por enquanto, estarão disponíveis no site da Amazon 150 itens em nove categorias – entre elas nutrição infantil e petcare. Mas, até 2020, a Nestlé espera colocar todos os seus produtos na plataforma. A entrega, o frete e o prazo dependerão das políticas da Amazon.

Entrega pelo iFood

Dentro da estratégia de expansão digital, a Nestlé também está iniciando uma parceria com o iFood. Por enquanto, apenas os usuários da capital paulista, que estejam a um raio de sete quilômetros do Empório Nestlé, poderão pedir pela plataforma.

A Nestlé disponibilizará para entrega os mais de 1.500 produtos da loja física, localizada na sede da empresa em São Paulo (SP). Os usuários ainda podem comprar os ingredientes das receitas inspiradas na novela “Dona do Pedaço”, exclusivas para a plataforma. 

Não é a primeira vez que a Nestlé faz parcerias para aumentar suas entregas online. Desde o final de 2018, é possível comprar produtos no site da empresa, usando a tecnologia da startup Supermercado Now, acelerada pelo programa da Endeavor. A empresa tem também um acordo com o aplicativo Rappi para entregas em São Paulo, Belo Horizonte (MG) e Curitiba (PR).

Carolina afirma que as plataformas digitais vão permitir que sejam feitos testes para novas soluções em contato com os clientes. A ideia, segundo a executiva, é desenvolver novidades exclusivas, como o botão Nespresso, que permite aos usuários comprarem as cápsulas de café pelo Rappi.