Em São Paulo, mais de 28 mil pessoas tem informações pessoais vazadas

28 mil pessoas tiveram seus dados vazados (foto: reprodução)

Os usuários do programa ProAC (Programa de Incentivo à Cultura do Estado de São Paulo) tomaram um susto e tanto após seus dados serem vazados, a informação do ocorrido foi confirmada pelo governo do estado de São Paulo. A secretaria se pronunciou por meio de nota oficial.

Houve o bloqueio imediato ao acesso dos dados e adotou uma série de medidas para resguardar a privacidade dos participantes do programa. Não houve exposição de dados pessoais referentes ao ProAC 2019. A pasta notificou a empresa responsável pelo sistema e, por determinação do secretário, abriu procedimento preliminar para identificação de eventuais falhas no sistema. Além disso, abriu sindicância para apurar a responsabilidade pelo episódio, disseram.

Após a exposição, foram confirmados 28 mil candidatos que tiveram seus dados revelados. Ali, era possível ter acesso a dados da carteira de identidade e CPF, comprovante de endereço e números de telefone. Também foi possível verificar propostas apresentadas desde o ano de 2015.

O site do Congresso em Foco recebeu a denúncia anônima e, em primeira mão, relatou o incidente. No momento do ocorrido, eram mais de 56 mil links ativos. Aqueles moradores com mais de dois anos no estado e desejam, podem se inscrever no site do ProAC e concorrer a verbas da Secretaria de Cultura. O programa tem intuito de fomentar o desejo de cultura e dos bens culturais, incentivando acesso a pequenas produções.