Tesla abre fábrica na China para triplicar sua produção mundial

A montadora de carros elétricos do empresário Elon Musk é primeira a fabricar em solo chinês sem parceria local

Em reunião com investidores nesta quarta (24), a Tesla anunciou o início da pré-produção de seus carros elétricos na nova “gigafactory” em Xangai, na China. A fábrica abriga todas as etapas de produção de um carro, da carroceria até a pintura final. Se tudo der certo, segundo o CEO Elon Musk, a fábrica em Xangai triplicará a produção anual da Tesla.

A princípio, o novo local irá produzir 250 mil veículos por ano. Depois, aumentará o número para 500 mil. A China é o maior mercado de carros elétricos do mundo. A notícia foi bem recebida pelos investidores, que fizeram as ações da Tesla subirem 20%. Musk disse em carta que as operações em Xangai terão que esperar para futuras expansões.

Musk também tem planos de abrir uma gigafactory na Europa, em lugar a ser anunciado até o fim do ano. Em carta aos investidores, a empresa também anunciou que a produção do Model 3, seu carro mais simples, sairá até 65% mais barata. A expansão chinesa da Tesla é inédita no mundo do automóvel.

A empresa foi a primeira estrangeira autorizada a fabricar carros sem parceria com uma montadora local — isso era uma exigência desde a reabertura do país. A Tesla também recebeu incentivos fiscais do governo chinês. A gigafactory foi erguida em tempo recorde: apenas 10 meses.