Observatório do Turismo divulga perfil de visitante no feriado da semana da pátria em São Luís

Entre os atrativos turísticos mais visitados em São Luís, as praias ficaram no topo da lista

O Observatório do Turismo divulgou resultado de pesquisa de demanda turística realizada durante o feriado da Semana da Pátria de 2019. Os questionários foram aplicados no dia 8 de setembro em pontos estratégicos do fluxo de visitantes: aeroporto, terminal rodoviário, estação de trem e o terminal Ponta da Espera (ferry).

Os dados levantados na pesquisa fazem referência às opiniões dos turistas em relação a nove indicadores que atestam a qualidade da infraestrutura, atendimento e serviços do turismo ofertados durante a estadia.

A pesquisa revelou que 79.41% dos turistas que visitaram São Luís vieram da região Nordeste, seguidos de Norte com 11,76%, Sudeste 7,35% e Sul registrando 1,47%. Foram identificados 70,59% dos visitantes provenientes do Maranhão.

Além da capital maranhense, 22,06% dos entrevistados disseram que visitaram outras cidades maranhenses. Barreirinhas (35%), São José de Ribamar (25%), Raposa (25%), Santo Amaro (10%) e, por fim, Paço do Lumiar (5%), foram as cidades reveladas na pesquisa.

Na pesquisa, 71,64% dos entrevistados revelaram que pretendem conhecer outras cidades do Maranhão. Carolina (28,85%), Barreirinhas (25%), Morros e Pinheiro (7,69%), São José de Ribamar (5,77%), Imperatriz (3,85%) e Alcântara (3,85%), aparecem na lista como possíveis destinos futuros.

Entre os atrativos turísticos mais visitados em São Luís, as praias ficaram no topo da lista com 31,65%, seguidos do Centro Histórico (20,86%), Praça Deodoro (15,11%), Espigão Costeiro (11,51%) e museus (10,79%).

A faixa etária de visitantes identificada na pesquisa foi entre 26 a 35 anos, com registro de 29,41% e um equilíbrio de 50% entre o público feminino e masculino.
Já o meio de transporte utilizado para chegar em São Luís, 40,30% optou por ônibus, carro (25,37%), ferry boat (22,39%) e avião (11,94%).

Quanto ao grau de escolaridade, 44,12% possuem ensino médio completo, sendo 21,41% atuam como servidor público, registrando um gasto médio de R$ 201,00. Mais de 50% disseram que viajaram sozinho, enquanto que, para 62,69%, o tempo de estadia é de 1 a 5 dias. Destes, 82,35% revelaram que realizam um planejamento de pelo menos três meses de antecedência, enquanto que, 77,94% disseram que já conheciam o destino a ser visitado.

A pesquisa identificou também que, 45,59% dos turistas revelaram o lazer como motivo da viagem, seguido de família (17,65%), negócios (16,18%) e saúde (8,82%). Também 47,05% disseram que se hospedam em casa de parentes, 19,12% em casa de amigos, 16,18% em hotel e 5,88% em pousadas. Para 7,35% outros meios de hospedagem, enquanto que 4,41%, procuram como opção apartamentos ou casas alugadas.

Quanto à experiência turística em São Luís, 45,59% dos entrevistados afirmaram que foi boa, 30,88% como muito boa e 19,12% destacaram que foi excelente. Na avaliação dos serviços prestados, os restaurantes, as hospedagens e os atrativos turísticos naturais, históricos e culturais foram classificados como bons em sua maioria.